Pesquisar

Yuri Brauner Guahnon

Crio porque me alimenta.

(0.0 - 0 avaliações)

Ranking: 270871 | Projetos concluídos: 0 | Recomendações: 0 | Registrado desde: 07/06/2017

Sobre mim:

Quero fazer as coisas que quero fazer, pra isso aprendo, aprendo, leio e aprendo mais. Nada é dado, nem dom, nem pão; só aprendendo para se construir, só se construindo pra ser quem quisermos ser, e só sendo feliz para se ter fome - gosto de comer assistindo aquela Netflix, da sombra, e o prazer é conquista.
Dito isso, já passei pelas faculdade de Tecnologias em Fotografia da Universidade do Vale do Itajaí, e Ciências Sociais da Universidade Federal de Santa Catarina. Nessas experiências construí a pessoa ainda estudiosa em imagens e seus processos de tratamento - desde captação à arte final - e em escrita - onde sociologia, política, antropologia embasam a tudo que produzo.


Exposições //

- Ilha Rendada, Palácio Cruz & Souza (Florianópolis), Individual (2016)
- Fora da Caixa, Rua Direita (Aveiro, Portugal), Coletiva (2015)
- Movimento Hotspot (10 capitais brasileiras), Coletiva (2013)
- Orgasm’arte (Porto Alegre), Individual (2011)
- Dieci/Dez Fotografi Brasiliani (Napolis, Itália), Coletiva (2010)

Meus estudos em Fotografia e em escrita criativa me levaram a alguns lugares, e dou razão de acerto às duas ferramentas por entender o processo criativo vir de um lugar onde você consiga desenvolver um bom argumento. Esses pontos é o que me provam ser um bom escritor de argumentos, além de bom fotógrafo.

Redes / Galerias Virtuais
@y.bg (instagram)
@pal_cu (instagram
@yuribrah (facebook)
thepalcu.tumblr.com
palcu.wordpress.com

site:
https://brahyuri.wixsite.com/meusite (em construção)


Mas sim, fazem parte da minha fotografia meus textos: minha última exposição e primeira exposição individual contava com as fotografias, mas também textos produzidos sobre o trajeto.

Abaixo trecho de um curto artigo-arte e o link para acessar o texto completo:

ISto é uma FOtografia
yuri brah

difícil mesmo é lidar com o silêncio. a música conforta, ao menos vem melodia. a televisão passa a mão na cabeça da solidão desacompanhada ou não. a fotografia não. a fotografia não tem som, não tem gemido, não tem palavra berrada d'outro canto do mundo ou dita de canto de ouvido. fotografia não tem embalo de balada brega e é nessa que muito fotógrafo cai do cavalo quando resolve trotar. fotografia ou as artes plásticas em geral, não importa; imagem é morta, que a eternidade é mortal. quem tenta viver mais do que é acaba como vela: queimou-se um pouco demais e acabou por virar cera cedo demais. se tudo é finito,

(até o grito em algum lugar não se escuta,

até a luz em algum lugar não alcança,

até a sombra em algum lugar não lança temor algum),

deixa a imagem ser também que só quem tá vivo cansa.

difícil mesmo é chamar atenção só com os olhos que comida feia se cheira bem serve à mesa. difícil mesmo é fazer o ser sair de si por si só, mas mais difícil é fazer o ser ser ouvido sem frase alguma, só com os olhos, e se já é difícil fazer alguém te entender só com o olhar imagina só fazer-se entender só com o olhar quem você nunca sequer olhou na vida; e isto é uma boa imagem, a que se fez entender (talvez), a que se deixou sentir (talvez, também, que sentir todos sentem de alguma forma e isto não é julgo nenhum), a que mudou a sua vida (certeza). todos lembram de sua primeira paixão, poucos lembram de sua terceira ou quarta que estas já estavam em terreno conhecido. e se você lembra, deve ter algum motivo. e se tem algum motivo, mudou a sua vida.

(continua em: https://www.linkedin.com/pulse/isto-é-uma-fotografia-yuri-brah)

Resumo da experiência profissional:

18° Congresso Mundial International Union of Anthropological and Ethnological Sciences (IUAES) - Brasil (2017-2018) - Há um ano do evento fui contratado para elaborar conteúdo para as redes sociais e mailing list do congresso, desde campanhas para inscrições, artes e logos para atividades, materiais impressos e colaboração com o secretariado. Resultado: 3.000 inscrições em 94 países.

Jump (2015) - Produção de conteúdo para redes, para mailing list, fotografia de eventos e para cotidiana produção de conteúdo e organização de um setor de marketing para a empresa responsável por representar marcas como Lacoste e Coca-Cola Jeans em Santa Catarina.

Ilha Rendada (2014/2016) - 2 anos de pesquisa e documentação de projeto feminista-educacional oferecido para rendeiras da ilha de Florianópolis. Edital Petrobras.
Exposição individual de 30 dias mais prorrogação de 15 dias no Palácio Cruz & Souza em 2016 entre Março e Abril.
Fotografia mais produção de conteúdo (imagem/texto) para mídias sociais.

Praia Mole Hotel, Quisoque de Praia (verão de 2017) - produção de conteúdo para impulso de clientes físicos.

Trabalhos:

  • Currículo
    Nenhuma descrição informada
    Nenhum site informado
  • Logo 18th IUAES World Congress - Brazil
    Nenhuma descrição informada
    Nenhum site informado
  • O Tempo Voa - Timelapse (autoral)
    Durante uma viagem, muitas imagens. As reuni em um compilado, coloquei de trilha sonora uma música de Florence + The Machine.
    Nenhum site informado

Habilidades:

  • Boa Escrita
  • Criação de Campanhas
  • Criativo
  • E-mail Marketing
  • Edição de Fotografia
  • Edição de Imagens
  • Manipulação de Imagens
  • Adobe CS5
  • Adobe Lightroom
  • Inovador

Áreas de interesse:

  • Redação
  • Edição de Imagens
  • Fotografia
  • Marketing Digital
  • Banners
  • Diagramação
  • Emails e Newsletter
  • Logotipos
  • Roteiro
Carregando...

Carregando...

Pesquisar

FREELANCERS
PROJETOS
Ocorreu um erro inesperado. Caso o erro persista, entre em contato conosco através do e-mail contato@99freelas.com.br.